PUC ID 2019 – DESAFIOS DA UNIVERSIDADE NO SÉCULO XXI: Engajamento, aprendizagem e inclusão

af_PUCID_2019_Programacao-nova

 

PALESTRAS 

 

Conferências de abertura e encerramento

 

Conferência de abertura

O papel da universidade no século XXI: engajamento, aprendizagem e inclusão

 

Isabel Maria de Oliveira Capeloa Gil é a 6.ª Reitora da Universidade Católica Portuguesa, nomeada pela Congregação para a Educação Católica, em 2016. Professora de Estudos sobre Cultura da Universidade Católica Portuguesa de Lisboa, possui formação em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É Mestra em Estudos Alemães pela mesma Universidade. Estudou na Ludwig Maximilian Universität, em Munique, e na Universidade de Chicago. Doutorando-se em Estudos Alemães pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa de Lisboa.

Foi Professora Convidada em diversas Universidades, entre as quais se contam a Universidade de Munique, a Universidade Ca’Foscari de Veneza, a Houston School of Film da National University of Ireland, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e a Universidade de São José, em Macau. Foi Investigadora Visitante do Wissenschaftskolleg, em Berlim, e do Freeman Spogli Institute for International Studies da Universidade de Stanford.

Local:  Teatro TUCA

 

11/02 – segunda-feira

  • 19h às 21h

 

Conferência de encerramento

Os desafios da Universidade no século XXI: engajamento, inclusão e aprendizagem

 

Jorge Humberto Peláez Piedrahita é Padre da Companhia de Jesus e Reitor da Pontifícia Universidade Javeriana (PUJ), em Bogotá, na Colômbia. Está à frente da Reitoria desde 2014. Foi Decano das Faculdades de Teologia e Medicina e Vice-Reitor Acadêmico em Bogotá e em Cáli.

Possui formação em Filosofia e Teologia pela PUJ; é Mestre em Ciências Sociais pela mesma Universidade e Doutor em Teologia Moral, pela Universidade Gregoriana, de Roma. Com experiência acadêmica de 35 anos, Jorge publicou 8 livros e inúmeros artigos acadêmicos no campo das Ciências Humanas.

Desde 2014, é o Presidente da Associação Colombiana de Universidades ASCUN.

Local:  Teatro TUCA

 

13/02 – quarta-feira

  • 09h às 12h

INSCRIÇÕES


Sessões especiais de meditação

A Oficina combina conceitos e práticas das mais antigas experiências de meditação da humanidade na tradição oriental

Mediação: Professor Joachim Andrade

Local: Paróquia Universitária Jesus Mestre

 

11/02 – segunda-feira

  • 07h45 às 8h30
  • 17h30 às 18h15

 

12/02 – terça-feira

  • 07h45 às 8h30
  • 17h30 às 18h15

 

13/02 – quarta-feira

  • 07h45 às 8h30

INSCRIÇÕES 


OFICINAS

Relacionamento e aprendizagem (CrEAre)

Aprender e ensinar hoje envolve desafios específicos. Como enfrentar esses desafios sem abandonar questões e princípios fundamentais? Teorias de aprendizagem podem oferecer uma grande contribuição, mas sua aplicação requer cautela para não perder certos objetivos. Alguns tipos de concepções conflitantes sobre a importância de concentrar seus esforços no ensino de conteúdo ou no desenvolvimento de competências ainda persistem entre professores de diferentes níveis, como se fossem formas de trabalho que não podem ser conciliadas. Nesta oficina vamos trabalhar com situações que nos permitam refletir sobre concepções básicas do que significa aprender hoje, questionando o ideal de se pretender um aprendizado impecável.

Mediação: Jorge Petrosino – Engenheiro eletrônico, com Diploma de Estudos Avançados em Ensino de Ciências pela Universidade Autónoma de Madrid. Atualmente professor e pesquisador da Universidade Nacional de Lanús, Argentina.

Local: Sala Jequitibá 111, Escola de Medicina, Bloco 6 (vermelho)

11/02 – segunda-feira

  • Manhã 08h45 às 12h (intervalo das 10h15 às 10h30)
  • Tarde 14h às 17h15 (intervalo das 15h30 às 15h45)

 

12/02 – terça-feira

  • Manhã 08h45 às 12h (intervalo das 10h15 às 10h30)
  • Tarde 14h às 17h15 (intervalo das 15h30 às 15h45)

INSCRIÇÕES


 

Univers(idade) – Espaço de Experimentação Jovem (Observatório de Juventudes)

Dentro do universo de aprendizagens proporcionados pelas instituições de nível superior, o objetivo é debater aspectos desta dinâmica do ponto de vista do Direito à Experimentação e à Experiência, elementos centrais que proporcionam condições para contribuir na elaboração de um projeto de vida em movimento. A atividade buscará trabalhar com educadores/as noções de engajamento, aprendizagem e inclusão em interface com as dimensões dos Direitos e Políticas Públicas de Juventude no Brasil.

Mediação: Alexandre Piero. Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (2004) e graduação em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade de São Paulo (2012). Atualmente é professor do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza e mestrando em Políticas Públicas pela UFABC. Foi membro titular do Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) representando a Pastoral da Juventude.

Local: Sala Ipê 02, Térreo Bloco 1 (amarelo)

 

11/02 – segunda-feira

  • Manhã 08h45 às 10h15
  • Tarde 14h às 15h30

INSCRIÇÕES


 

Inclusão e pessoas com necessidades especiais/deficiência – conceitos fundamentais, legislação e práticas interventivas (SEAP)

Nesta oficina será aborda a legislação relativa a pessoas com necessidades especiais/deficiência e os conceitos de necessidades especiais. Os participantes também poderão refletir sobre o processo de dificuldades, a luta e a superação desses estudantes até chegar ao ensino superior. Ao final, os participantes serão capazes de aplicar procedimentos básicos de educação inclusiva em prol da criação de um ambiente educativo comprometido com o direito de aprender desses estudantes.

Mediação: Ana Lucia Lacerda Michelotto -Pedagoga, com especialização em Psicopedagogia, mestre e doutoranda em Ciência Animal na PUCPR.

Beatriz Gomes Vaz – Psicóloga, com especialização em Psicologia Jurídica e mestranda em Direitos Humanos e Políticas Públicas (PPGDH) pela Escola de Educação e Humanidades da PUCPR.

Local: Sala Ipê 03, Térreo Bloco 1 (amarelo)

 

11/02 – segunda-feira

  • Manhã 10h30 às 12h
  • Tarde 15h45 às 17h15

 

12/02 – terça-feira

  • Manhã 10h30 às 12h
  • Tarde 15h45 às 17h15

INSCRIÇÕES


 

Infância migrante – desafios e perspectivas no Brasil (Observatório de Solidariedade)

Nas últimas duas décadas o Brasil vem experimentando diversas mudanças decorrentes do aumento da migração internacional, e à diversificação de fluxos migratórios oriundos de diversas nacionalidades. Em 2017 foi editada a Lei nº 13.445/2017, denominada nova Lei de Migração, que adota a perspectiva do migrante como sujeito de direitos. Para além dessa proteção específica, a questão tem ainda maior impacto quanto às crianças migrantes e ao exercício de direitos básicos como saúde, educação e assistência social. Assim, pretende-se apresentar conceitos básicos sobre o direito das migrações no Brasil, as principais questões jurídicas referentes à proteção da criança migrante e promover a discussão entre os/as participantes quanto às possíveis estratégias de efetivação de direitos, baseadas nos standards nacionais e internacionais sobre o tema.

Mediação: João Freitas de Castro Chaves. Defensor Público Federal. Mestre em Direito pela UFPE. Coordenador de Migrações e Refúgios- Defensoria Pública da União em São Paulo (DPU/SP) e membro do GT Nacional “Migrações, Apátridas e Refúgio” da DPU. Atua na área de assistência jurídica a migrantes e refugiados e proteção a crianças migrantes.

Local: Sala Ipê 03, Térreo Bloco 1 (amarelo)

 

12/02 – terça-feira

  • Manhã 08h45 às 10h15
  • Tarde 14h às 15h30

INSCRIÇÕES


 

Identidade da universidade católica (DI)

A reflexão busca examinar como se poderia “realizar” a ideia de uma Universidade Católica em nossos dias. Veremos o que constitui o núcleo do cristianismo e a partir daí como se deveria caracterizar uma Universidade Católica. Em seguida será apresentada a necessária colaboração de todo seu corpo docente em vista de se constituir uma autêntica Universidade Católica, cada um a partir de sua área de competência e de ensino, sem omitir o enorme valor do testemunho pessoal.

Mediação: Pe. França Miranda S.J. Doutor em teologia pela Univ. Gregoriana. Membro da Comissão Internacional de Teologia por 11 anos. Assessor da CNBB e do CELAM por vários anos. Prêmio Joseph Ratzinger 2015. Autor de vários livros e artigos teológicos. Atualmente professor emérito da PUC-Rio.

Local: Sala Ipê 02, Térreo Bloco 1 (amarelo)

 

12/02 – terça-feira

  • Manhã 08h45 às 12h (intervalo das 10h15 às 10h30)
  • Tarde 14h às 17h15 (intervalo das 15h30 às 15h45)

INSCRIÇÕES